Visão Reichiana de saúde e de doença

A visão de doença e saúde para Reich está diretamente relacionada com as estases, ou seja, com a energia estagnada nos segmentos. Reich afirma que biopatia é toda a patologia que tem origem em uma disfunção, no sentido de contração, do Sistema Nervoso Autônomo (SNA) que altera toda a função biológica da pulsação plasmática do organismo. Todas as biopatias têm como pano de fundo o medo e tem em comum a resignação biológica onde o sujeito fica impossibilitado de se adaptar, impedindo a homeostase fisiológica saudável. A disfunção, portanto, precede a transformação morfológica do tecido. A energia estagnada transforma-se em DOR* (Deadly Orgone). A transformação em DOR acontece quando a energia orgônica OR (Orgone) para de pulsar na célula ou tecido e a sua mobilidade torna-se reduzida. Com a continuidade do stress pode-se instalar uma biopatia  a partir da diminuição da pulsação celular. Esta transformação OR de em DOR coincide com o processo de encouraçamento. A couraça “sequestra” a energia orgônica transformando-a em DOR. A produção de DOR altera o metabolismo fisiológico celular. Do ponto de vista energético é importante recordar que a saúde é a expressão da carga pulsante no biossistema. Esta expressão permite movimentos celulares flexíveis e pulsáteis, é a livre circulação energética que envia a energia do centro para a periferia celular. Se as condições do ambiente são desfavoráveis ocorre contração celular. A célula torna-se mais esférica para reter a energia no seu centro. E desta forma instala-se uma biopatia.

Reich também não desvincula o processo social da saúde. Para ele a organização social produz as estruturas de caráter de que a pessoa necessita para existir. A neurose da sociedade está intimamente ligada à neurose do indivíduo. As proibições definidas pela sociedade são passadas às crianças pelos pais. Reich tem uma postura diferente da medicina psicossomática clássica. Ele entende que psiquismo e somático andam juntos e, portanto, adoecem juntos sem relação de causa e efeito. Todos os distúrbios psíquicos estão associados a distúrbios somáticos. Sua proposta é identificar e tratar das disfunções orgânicas pré-sintomáticas – as couraças. Emoções que são reprimidas por estarem em conflito não podem ser liberadas através dos canais habituais, sendo liberados sob a forma de sintomas que aliviam parcialmente as emoções reprimidas. O seu trabalho visa liberar as emoções reprimidas para que a circulação energética amplie seu fluxo pelo corpo.

*Abordado no texto Principais descobertas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima